Agricultores familiares recebem sementes do IPA em Santa Cruz do Capibaribe

A Gerência Regional do Instituto Agronômico de Pernambuco, em Caruaru, juntamente com o escritório do IPA no município de Santa Cruz do Capibaribe começou a distribuição de sementes de milho e sorgo do Programa Campo Novo às associações de agricultores familiares.

As sementes são entregues às associações, que repassam para os agricultores. Ao todo Santa Cruz do Capibaribe recebeu 1.000Kg de milho da variedade São José e 400Kg de sorgo. Mas de 233 famílias estão sendo beneficiadas.

No total para o Agreste, foram distribuídos em abril 355.410 quilos de sementes, beneficiando em torno de 60 mil famílias de agricultores familiares do Agreste Central, Agreste Meridional e Agreste Setentrional.

Foram 259.310 quilos de sementes de milho, 50.000 quilos de sementes e sorgo e 46.100 quilos de sementes de feijão. Em todo o estado, foram investidos R$ 4.361.735,00, sendo R$ 1.984.935,00 no Agreste e R$ 2.376.800,00 no Sertão.

Criado em 2019, o Programa Campo Novo tem como foco a entrega das sementes exatamente no início da quadra chuvosa, permitindo o plantio durante esse período no Semiárido do Estado. Só no ano de 2020, o programa distribuiu 75 toneladas de sementes de sorgo, que permitiu o cultivo de 7.500 hectares de sorgo forrageiro, produzindo cerca de 337 mil toneladas de matéria verde.

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

Agricultores familiares cadastrados no PAA entregam produtos em Bonito

Os extensionistas do escritório do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), na cidade de Bonito, receberam na quarta-feira (31), os produtos agrícolas inseridos no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Os agricultores familiares são das comunidades Mucuri, Mágico, Bananeira do Sul, Água Vermelha e Pratinha, na zona rural do município. Foram entregues milho, abacate, banana prata e comprida, macaxeira, batata doce e cará.

Todos os produtos foram repassados às entidades beneficentes do município. Ao todo são 10 instituições, entre escolas, creches, lar espirita, e PETIS. O objetivo do PAA é colaborar com o enfrentamento da fome e da pobreza no Brasil e, ao mesmo tempo, fortalecer a agricultura familiar.

O Programa de Aquisição de Alimentos é uma das principais políticas de apoio e incentivo à agricultura familiar no Brasil. Por meio dessa iniciativa, agricultores, cooperativas e associações vendem seus produtos para órgãos públicos.

Para o agricultor familiar vender sua produção é necessário possuir a Declaração de Aptidão ao Pronaf ou DAP como é mais conhecida. Com o documento os agricultores familiares são reconhecidos como aptos para participar do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar – PRONAF, onde é oferecido algumas vantagens para os agricultores familiares, uma dessas vantagens é a obtenção é o PAA.

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

Parceria do IPA e Prefeitura de Araçoiaba beneficia agricultores familiares

A terra molhada trouxe esperança para os agricultores de Araçoiaba na Zona Mata Norte do estado. Uma parceria entre o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) e a Prefeitura do Município fortaleceu as atividades agrícolas dos produtores rurais, cedendo corte de terra e sementes de milho.

O IPA cedeu o composto orgânico e a prefeitura através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente realizou o transporte dos insumos até a propriedade dos agricultores beneficiados, que ressaltam que os insumos estão chegando na hora certa, dando condições de plantar no momento ideal, alcançando assim bons resultados produtivos.

Os trabalhos da agricultura familiar no município são acompanhados pelo extensionista do IPA Dionísio Melo. O cadastro dos agricultores e levantamento de dados da produção rural realizado pela Assistência Técnica e Extensão Rural do Instituto Agronômico auxiliou diretamente nos serviços e produtos distribuídos.

Obedecendo aos protocolos de segurança devido à pandemia, o agente de extensão Dionísio Melo acompanhou algumas entregas de sementes e corte de terra junto com o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Bruno Santos, e o prefeito Jogli Uchôa.

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

Homenagem às mulheres que fazem o IPA e Agricultura Familiar

Nossa homenagem a quem, com sua força, delicadeza e sabedoria, transforma tudo ao seu redor em algo encantador.

Parabéns a todas as agricultoras familiares, trabalhadoras rurais, artesãs, pescadoras e as mulheres do IPA, que assumem responsabilidades e representam uma força integrante e vital nos processos de desenvolvimento do campo.

Feliz Dia Internacional da Mulher!

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

IPA participa de evento de Agricultura Familiar em Itambé

O Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) participou da 2ª edição do Evento de Negócios da Agricultura Familiar da Mata Norte, realizada em Itambé, nos dias (04) e (05) de dezembro. O IPA contribuiu com minicurso de técnicas de enxertia em sapotizeiro e pitangueira, e ofereceu também orientações técnicas sobre o cultivo e conservação de fruteiras nativas e exóticas.

Os técnicos do IPA ainda divulgaram pesquisas em andamento na Estação Experimental de Itambé sobre variedades de abacaxi resistente a principal doença fusariose. Outros trabalhos como a criação de bovinos e variedades de capim elefante de alto rendimento também foram destaques na feira.

Além do IPA, participaram o SEBRAE, AD Diper e a Prefeitura de Itambé. O encontro foi realizado pela Center Agro (Cooperativa de Agricultores da Mata Norte). O evento seguiu todos os cuidados preventivos para o enfrentamento à covid-19. Todos os participantes usaram máscara de proteção e álcool em gel.

Agricultores e produtores rurais dos municípios vizinhos também participaram do evento com a exposição de seus empreendimentos e as manifestações culturais e artísticas. A feira contou com praça de alimentação, venda de artesanato e produtos orgânicos e atrações culturais. A primeira edição do evento foi realizada em Aliança.

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

Agricultores familiares começam a colher sorgo plantado com sementes do Programa Campo Novo

OS PRODUTORES RURAIS LIGADOS À AGRICULTURA FAMILIAR, NO AGRESTE DE PERNAMBUCO, COMEÇARAM A PRODUÇÃO DE SILAGEM DE SORGO PARA OS ANIMAIS, CUJAS SEMENTES FORAM DISTRIBUÍDAS NOS MESES DE JUNHO E JULHO DO ANO PELO INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO (IPA), ÓRGÃO VINCULADO À SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO (SDA), POR MEIO DO PROGRAMA CAMPO NOVO DE DISTRIBUIÇÃO DE SEMENTES.

NA ZONA RURAL DE SÃO CAETANO, POR EXEMPLO, CERCA DE 150 FAMÍLIAS RECEBERAM AS SEMENTES. O AGRICULTOR ISRAEL PEDRO DE OLIVEIRA ESTÁ FELIZ, PORQUE A PRODUÇÃO SAIU CONFORME O PLANEJAMENTO. “PARA MIM FOI BOM. RENDEU BASTANTE”, AFIRMOU. O EXTENSIONISTA DO IPA IVANILDO GUERRA DESTACOU QUE O SORGO TEM GRANDE VANTAGEM EM COMPARAÇÃO COM O MILHO, PORQUE É MAIS RESISTENTE À SECA E TEM UM NÍVEL DE PRODUTIVIDADE MAIOR. “NÓS TEMOS EXPERIÊNCIA ONDE O SORGO PLANTADO JUNTO COM O MILHO RENDEU TRÊS VEZES MAIS”, RESSALTOU O EXTENSIONISTA.

O CICLO NORMAL DO SORGO SEGUE ATÉ 120 DIAS, MAS ASSIM COMO SUA ÉPOCA DE PLANTIO, VARIA DEPENDENDO DO CULTIVAR E DO LOCAL ONDE É PLANTADO. O FORRAGEIRO TEM PORTE ALTO, MUITAS FOLHAS, PANÍCULAS ABERTAS, COM POUCAS SEMENTES E ELEVADA PRODUÇÃO DE FORRAGEM. É MUITO USADO PARA PRODUÇÃO DE SILAGEM. O SORGO PARA CORTE E PASTEJO TEM FOLHAS ABUNDANTES. É UTILIZADO COMO FORRAGEM FRESCA, PARA CORTE VERDE OU PASTEJO DIRETO DO GADO.

O SORGO PODE SER PLANTADO NO SISTEMA CONVENCIONAL OU NO SISTEMA DE PLANTIO DIRETO. NO PREPARO DE SOLO CONVENCIONAL, UTILIZA-SE UMA ARAÇÃO E DUAS GRADAGENS, SENDO UMA FEITA LOGO APÓS A ARAÇÃO COM O OBJETIVO DE REDUZIR OS TORRÕES E A SEGUNDA COM O OBJETIVO DE NIVELAR A ÁREA PARA POSTERIOR SEMEADURA.

O SORGO PRODUZ SILAGEM BEM PRÓXIMA À DO MILHO. EMBORA TENHA MAIOR TEOR DE FIBRA, OS GRÃOS PROPORCIONAM MENOR TEMPO DE DIGESTÃO. SUA SILAGEM SUSTENTA BEM ANIMAIS COM POTENCIAL PRODUTIVO DE ATÉ 18 LITROS DE LEITE/DIA. A VANTAGEM DO SORGO EM RELAÇÃO AO MILHO É QUE A PLANTA É MAIS TOLERANTE A VERANICOS – PERÍODOS DE ESTIAGEM, ACOMPANHADO POR CALOR INTENSO, FORTE INSOLAÇÃO E BAIXA UMIDADE RELATIVA EM PLENA ESTAÇÃO CHUVOSA OU EM PLENO INVERNO.

CAMPO NOVO – O PROGRAMA CAMPO NOVO DISTRIBUIU ESTE ANO 810 TONELADAS DE SEMENTES EM TODO O ESTADO, ENTRE SEMENTES DE MILHO, FEIJÃO E SORGO FORRAGEIRO, COM UM INVESTIMENTO TOTAL DE R$ 4,40 MILHÕES. DO TOTAL DISTRIBUÍDO, 460 TONELADAS FORAM DESTINADAS AOS AGRICULTORES FAMILIARES DO SERTÃO PERNAMBUCANO, ENTRE OS MESES DE JANEIRO E MARÇO, E 350 TONELADAS AOS MUNICÍPIOS DO AGRESTE E ZONA DA MATA, ENTRE OS MESES DE ABRIL E MAIO.

Fonte: Núcleo de Comunicação do IPA

Leia Mais

IPA e Amupe buscam viabilização de ações para a Agricultura Familiar

O presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Reginaldo Alves, e o presidente da Amupe, José Patriota, reuniram-se na manhã desta quarta-feira (07), na sede do Instituto. Em pauta, a viabilização de ações voltadas para a Agricultura Familiar, nas áreas de Extensão Rural, Recursos e Hídricos, que possam gerar renda e melhorar a qualidade de vida no campo.

Fonte: Núcleo de Comunicação do IPA

Leia Mais

Agricultura Familiar de PE receberá investimentos de R$ 47,2 milhões

O GOVERNADOR PAULO CÂMARA ANUNCIOU, NESTA TERÇA-FEIRA (29), INVESTIMENTO DE R$ 47,2 MILHÕES PARA OS AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES DE PERNAMBUCO E PARA A POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL. O VALOR É PROVENIENTE DA EDIÇÃO 2020/2021 DO PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS (PAA) FEDERAL, NA MODALIDADE COMPRA COM DOAÇÃO SIMULTÂNEA, E DO PROGRAMA LEITE DE TODOS (PAA LEITE).

A INICIATIVA BENEFICIARÁ CERCA DE 700 MIL PESSOAS EM 134 MUNICÍPIOS DO ESTADO. O ANÚNCIO CONTOU COM A PRESENÇA DO PRESIDENTE DO INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO (IPA), REGINALDO ALVES, DO SECRETÁRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO (SDA), DILSON PEIXOTO, E DO MINISTRO DA CIDADANIA, ONYX LORENZONI.

“É UM OLHAR IMPORTANTE PARA A ZONA RURAL, PARA O SETOR PRODUTIVO E PARA QUEM ATUA NO CAMPO. E UM OLHAR IMPORTANTE TAMBÉM PARA A QUESTÃO NUTRICIONAL DA NOSSA POPULAÇÃO. VAI AO ENCONTRO DO QUE A GENTE ACREDITA, DE FAZER PARCERIAS E, AO MESMO TEMPO, MOVIMENTAR O SETOR ECONÔMICO, PRINCIPALMENTE EM UMA CAMADA SOCIAL QUE PRECISA DESSE APOIO. VAI FAZER A DIFERENÇA PARA OS PRÓXIMOS MESES, TÃO DIFÍCEIS DIANTE DO MOMENTO QUE ESTAMOS ENFRENTANDO NA PANDEMIA DO NOVO CORONAVÍRUS”, AFIRMOU PAULO CÂMARA.

O PAA FEDERAL INVESTIRÁ R$ 12,89 MILHÕES, BENEFICIANDO 13.540 TRABALHADORES RURAIS. OS ALIMENTOS ADQUIRIDOS POR MEIO DO PROGRAMA SERÃO DOADOS PARA MAIS DE 700 ENTIDADES SOCIOASSISTENCIAIS DE TODAS AS REGIÕES – COMO CRECHES, ESCOLAS, INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS E OUTRAS INSTITUIÇÕES QUE ATENDEM A POPULAÇÕES EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL E ALIMENTAR. JÁ O PROGRAMA LEITE DE TODOS (PAA LEITE) CONTA COM UM INVESTIMENTO TOTAL DE R$ 24,3 MILHÕES, SENDO R$ 19,5 MILHÕES DO MINISTÉRIO DA CIDADANIA, COM UMA CONTRAPARTIDA DE R$ 4,8 MILHÕES DO GOVERNO DE PERNAMBUCO. O PROGRAMA PREVÊ A COMPRA MENSAL 984,37 MIL LITROS DE LEITE, TANTO DE VACA QUANTO DE CABRA, E UMA MÉDIA DE 32 MIL FAMÍLIAS BENEFICIADAS POR MÊS.

DE ACORDO COM O SECRETÁRIO DE DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO, DILSON PEIXOTO, O PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS ADQUIRE PRODUTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR E CRIA UM MERCADO IMPORTANTE. DESSA FORMA, O AGRICULTOR VENDE SEUS PRODUTOS A PREÇO DE MERCADO, E ESSES PRODUTOS SÃO, SIMULTANEAMENTE, DISTRIBUÍDOS À POPULAÇÃO VULNERÁVEL. “O PAA DOAÇÃO SIMULTÂNEA FAZ TODO O PROCESSO DE ORGANIZAÇÃO, DE BUSCA E CADASTRAMENTO DOS AGRICULTORES E, DO OUTRO LADO, ATRAVÉS DAS SECRETARIAS DA ÁREA SOCIAL, A GENTE FAZ O REPASSE EM CADA UM DAQUELES MUNICÍPIOS ONDE É FEITA A AQUISIÇÃO DOS ALIMENTOS. JÁ NA MODALIDADE DE PAA DO LEITE, O PROGRAMA ADQUIRE LEITE DE VACA E LEITE DE CABRA DIRETAMENTE DOS PRODUTORES E FAZ A DISTRIBUIÇÃO PARA AS COMUNIDADES VULNERÁVEIS, EM CADA MUNICÍPIO, ATRAVÉS DAS SECRETARIAS DE AÇÃO SOCIAL”, EXPLICOU DILSON.

A LIBERAÇÃO DOS RECURSOS, PELO MINISTÉRIO DA CIDADANIA, ATENDE A UMA REIVINDICAÇÃO CONJUNTA DOS ESTADOS DO NORDESTE, APRESENTADA NO INÍCIO DA PANDEMIA GLOBAL DO NOVO CORONAVÍRUS COMO MEDIDA PARA MINIMIZAR OS EFEITOS DA COVID-19 NA AGRICULTURA FAMILIAR E NOS MUNICÍPIOS DA REGIÃO, PRIORIZANDO AS CIDADES COM BAIXO ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO (IDH) E SITUAÇÃO DE ALTA E MÉDIA VULNERABILIDADE SOCIAL E ALIMENTAR. A FASE DE CADASTRAMENTO DOS FORNECEDORES E DAS ENTIDADES ASSISTENCIAIS FOI CONCLUÍDA EM AGOSTO E O PRAZO DE EXECUÇÃO DESSA EDIÇÃO DO PROGRAMA É DE 12 MESES.

CONAB – ALÉM DOS RECURSOS DESTINADOS AO PAA FEDERAL E PAA LEITE OPERADOS PELO GOVERNO DE PERNAMBUCO, O GOVERNO FEDERAL VAI DESTINAR R$ 10 MILHÕES PARA A AQUISIÇÃO DE PRODUTOS AGRÍCOLAS DE ASSOCIAÇÕES E COOPERATIVAS AGRÍCOLAS TAMBÉM DESTINADOS À DOAÇÃO A ENTIDADES SOCIOASSISTENCIAIS NA MODALIDADE OPERADA PELA CONAB NO ESTADO.

O GOVERNADOR PAULO CÂMARA ANUNCIOU, NESTA TERÇA-FEIRA (29), UM INVESTIMENTO DE R$ 47,2 MILHÕES VOLTADO PARA OS AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES DE PERNAMBUCO E PARA A POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL. O VALOR INVESTIDO É PROVENIENTE DA EDIÇÃO 2020-2021 DO PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS (PAA) FEDERAL, NA MODALIDADE COMPRA COM DOAÇÃO SIMULTÂNEA, E DO PROGRAMA LEITE DE TODOS (PAA LEITE). A INICIATIVA BENEFICIARÁ CERCA DE 700 MIL PESSOAS EM 134 MUNICÍPIOS DO ESTADO. O ANÚNCIO CONTOU COM A PRESENÇA DO MINISTRO DA CIDADANIA, ONYX LORENZONI.

“É UM OLHAR IMPORTANTE PARA A ZONA RURAL, PARA O SETOR PRODUTIVO E PARA QUEM ATUA NO CAMPO. E UM OLHAR IMPORTANTE TAMBÉM PARA A QUESTÃO NUTRICIONAL DA NOSSA POPULAÇÃO. VAI AO ENCONTRO DO QUE A GENTE ACREDITA, DE FAZER PARCERIAS E, AO MESMO TEMPO, MOVIMENTAR O SETOR ECONÔMICO, PRINCIPALMENTE EM UMA CAMADA SOCIAL QUE PRECISA DESSE APOIO. VAI FAZER A DIFERENÇA PARA OS PRÓXIMOS MESES, TÃO DIFÍCEIS DIANTE DO MOMENTO QUE ESTAMOS ENFRENTANDO NA PANDEMIA DO NOVO CORONAVÍRUS”, AFIRMOU PAULO CÂMARA.

O PAA FEDERAL INVESTIRÁ R$ 12,89 MILHÕES, BENEFICIANDO 13.540 TRABALHADORES RURAIS. OS ALIMENTOS ADQUIRIDOS POR MEIO DO PROGRAMA SERÃO DOADOS PARA MAIS DE 700 ENTIDADES SOCIOASSISTENCIAIS DE TODAS AS REGIÕES – COMO CRECHES, ESCOLAS, INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS E OUTRAS INSTITUIÇÕES QUE ATENDEM A POPULAÇÕES EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL E ALIMENTAR. JÁ O PROGRAMA LEITE DE TODOS (PAA LEITE) CONTA COM UM INVESTIMENTO TOTAL DE R$ 24,3 MILHÕES, SENDO R$ 19,5 MILHÕES DO MINISTÉRIO DA CIDADANIA, COM UMA CONTRAPARTIDA DE R$ 4,8 MILHÕES DO GOVERNO DE PERNAMBUCO. O PROGRAMA PREVÊ A COMPRA MENSAL 984,37 MIL LITROS DE LEITE, TANTO DE VACA QUANTO DE CABRA, E UMA MÉDIA DE 32 MIL FAMÍLIAS BENEFICIADAS POR MÊS.

DE ACORDO COM O SECRETÁRIO DE DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO, DILSON PEIXOTO, O PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS ADQUIRE PRODUTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR E CRIA UM MERCADO IMPORTANTE. DESSA FORMA, O AGRICULTOR VENDE SEUS PRODUTOS A PREÇO DE MERCADO, E ESSES PRODUTOS SÃO, SIMULTANEAMENTE, DISTRIBUÍDOS À POPULAÇÃO VULNERÁVEL. “O PAA DOAÇÃO SIMULTÂNEA FAZ TODO O PROCESSO DE ORGANIZAÇÃO, DE BUSCA E CADASTRAMENTO DOS AGRICULTORES E, DO OUTRO LADO, ATRAVÉS DAS SECRETARIAS DA ÁREA SOCIAL, A GENTE FAZ O REPASSE EM CADA UM DAQUELES MUNICÍPIOS ONDE É FEITA A AQUISIÇÃO DOS ALIMENTOS. JÁ NA MODALIDADE DE PAA DO LEITE, O PROGRAMA ADQUIRE LEITE DE VACA E LEITE DE CABRA DIRETAMENTE DOS PRODUTORES E FAZ A DISTRIBUIÇÃO PARA AS COMUNIDADES VULNERÁVEIS, EM CADA MUNICÍPIO, ATRAVÉS DAS SECRETARIAS DE AÇÃO SOCIAL”, EXPLICOU DILSON.

A LIBERAÇÃO DOS RECURSOS, PELO MINISTÉRIO DA CIDADANIA, ATENDE A UMA REIVINDICAÇÃO CONJUNTA DOS ESTADOS DO NORDESTE, APRESENTADA NO INÍCIO DA PANDEMIA GLOBAL DO NOVO CORONAVÍRUS COMO MEDIDA PARA MINIMIZAR OS EFEITOS DA COVID-19 NA AGRICULTURA FAMILIAR E NOS MUNICÍPIOS DA REGIÃO, PRIORIZANDO AS CIDADES COM BAIXO ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO (IDH) E SITUAÇÃO DE ALTA E MÉDIA VULNERABILIDADE SOCIAL E ALIMENTAR. A FASE DE CADASTRAMENTO DOS FORNECEDORES E DAS ENTIDADES ASSISTENCIAIS FOI CONCLUÍDA EM AGOSTO E O PRAZO DE EXECUÇÃO DESSA EDIÇÃO DO PROGRAMA É DE 12 MESES.

CONAB – ALÉM DOS RECURSOS DESTINADOS AO PAA FEDERAL E PAA LEITE OPERADOS PELO GOVERNO DE PERNAMBUCO, O GOVERNO FEDERAL VAI DESTINAR R$ 10 MILHÕES PARA A AQUISIÇÃO DE PRODUTOS AGRÍCOLAS DE ASSOCIAÇÕES E COOPERATIVAS AGRÍCOLAS TAMBÉM DESTINADOS À DOAÇÃO A ENTIDADES SOCIOASSISTENCIAIS NA MODALIDADE OPERADA PELA CONAB NO ESTADO.

PARTICIPARAM DA SOLENIDADE O SECRETÁRIO ESPECIAL DO MINISTÉRIO DA CIDADANIA SÉRGIO QUEIROZ (DESENVOLVIMENTO SOCIAL) E O SECRETÁRIO NACIONAL ÊNIO MARQUES (INCLUSÃO SOCIAL E PRODUTIVA), OS DEPUTADOS FEDERAIS DANILO CABRAL E TADEU ALENCAR, E O SECRETÁRIO ESTADUAL DE POLÍTICAS DE PREVENÇÃO À VIOLÊNCIA E ÀS DROGAS, CLOVES BENEVIDES.

COM INFORMAÇÕES DA SECRETARIA DE IMPRENSA DO GOVERNO DO ESTADO

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

IPA dá suporte à Agricultura Familiar para superar desafios da pandemia

COM APOIO A ACOMPANHAMENTO TÉCNICO DO INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO (IPA), OS AGRICULTORES E AS AGRICULTORAS FAMILIARES VÊM SUPERANDO OS DESAFIOS IMPOSTOS PELA PANDEMIA DO NOVO CORONAVÍRUS, APESAR DAS DIFICULDADES ENFRENTADAS PARA COMERCIALIZAÇÃO DOS PRODUTOS E DE SE ADAPTAR A NOVA REALIDADE DE RELAÇÃO COMO OS CONSUMIDORES, INCLUSIVE NO ACESSO A NOVAS TECNOLOGIAS, ESTES ESTÃO SE REINVENTANDO E BUSCANDO SOLUÇÕES JUNTO AO EXTENSIONISTAS DO IPA E OUTRAS ORGANIZAÇÕES. O INSTITUTO ATENDE CERCA DE 50 MIL FAMÍLIAS DE AGRICULTORES/AS DE BASE FAMILIAR. “NESSE MOMENTO, O TRABALHO DESENVOLVIDO PELO IPA É IMPRESCINDÍVEL PARA QUE A AGRICULTURA FAMILIAR CONTINUE SUAS ATIVIDADES. O SETOR VEM IMPULSIONANDO A INTERIORIZAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO EM PERNAMBUCO”, EXPLICA O PRESIDENTE DO IPA, REGINALDO ALVES.

O IPA REÚNE MAIS DE 300 TÉCNICOS NOS 185 MUNICÍPIOS DE PERNAMBUCO, INCLUINDO FERNANDO DE NORONHA. DE ACORDO COM O PRESIDENTE DO IPA, ENTRE 80% E 90% DOS ALIMENTOS QUE CHEGAM À MESA DOS PERNAMBUCANOS SÃO ORIUNDOS DA AGRICULTURA FAMILIAR. “O PRINCIPAL OBJETIVO DE NOSSAS AÇÕES, NESSE CONTEXTO, É ASSEGURAR A RENDA DOS AGRICULTORES E A QUALIDADE E BIOSSEGURANÇA DOS ALIMENTOS QUE CHEGAM À MESA DOS PERNAMBUCANOS E QUE SÃO ENTREGUES AO PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS (PAA)”, DESTACA REGINALDO.

NESSE SENTIDO, O IPA OFERECE SUPORTE ÀS FAMÍLIAS AGRICULTORAS QUE PRECISAM SE CADASTRAR NAS POLÍTICAS PÚBLICAS POR MEIO DIGITAL, A EXEMPLO DOS PROCESSOS DE RENOVAÇÃO DE DOCUMENTOS E FINANCIAMENTOS, COMO TAMBÉM NA CRIAÇÃO DE GRUPOS NO WHATSAPP E EVENTOS POR VIDEOCONFERÊNCIA, PARA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL (ATER) RELACIONADOS À PRODUÇÃO, ORGANIZAÇÃO SOCIAL E COMERCIALIZAÇÃO. TODAS AS AÇÕES SÃO REALIZADAS SEGUINDO RIGOROSAMENTE AS DETERMINAÇÕES SANITÁRIAS DE ISOLAMENTO E SAÚDE DO GOVERNO DO ESTADO.

“ESTAMOS REALIZANDO AINDA UM TRABALHO, EM CONJUNTO COM A SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO, DE ATENÇÃO ÀS FEIRAS LOCAIS (AGROECOLÓGICAS E ORGÂNICAS), UTILIZANDO NOVOS MECANISMOS DE CONTATO COM O CONSUMIDOR, SEJA PRESENCIAL, POR ENTREGAS EM DOMICÍLIO E RELACIONAMENTO VIA PLATAFORMAS VIRTUAIS.”

ALÉM DISSO, O IPA DESENVOLVE E DISTRIBUI DIGITALMENTE MATERIAIS EM FORMATO DE CARDS PARA CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS E MEDIDAS PREVENTIVAS, ASSIM COMO, “ORIENTAÇÕES TÉCNICAS SOBRE O PLANTIO DA PALMA FORRAGEIRA, BOAS PRÁTICAS DO PESCADO, FABRICAÇÃO DE MÁSCARAS DE TECIDOS, ENTRE OUTROS”, DESTACA O DIRETOR DE EXTENSÃO RURAL DO INSTITUTO, FLÁVIO DUARTE.

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

Lançamento do Programa de Alimentos Saudáveis do NE e do Sistema de Informação Regional da Agricultura Familiar

Lançamento do Programa de Alimentos Saudáveis do NE e do Sistema de Informação Regional da Agricultura Familiar

O lançamento do Programa de Alimentos Saudáveis do Nordeste (PAS/NE) e do Sistema de Informação Regional da Agricultura Familiar (Siraf/NE) ocorreu na quarta-feira (19), durante evento online, com a participação do governador Paulo Câmara, do presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Reginaldo Alves, e do secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto.

A iniciativa foi promovido pelo Fórum dos Gestores da Agricultura Familiar do Nordeste. Os programas têm como objetivo principal o fortalecimento da agricultura familiar, estimulando a aquisição de alimentos, a criação de plataformas e ações que garantam apoio e melhores condições para quem atua no segmento.

“Esses programas dialogam com o que acreditamos para o fortalecimento da agricultura familiar no Nordeste. Além disso, e apesar de estarmos em meio a uma pandemia, mostram que, de nenhuma maneira, deixamos de cuidar das pessoas, do homem do campo, e de planejar o futuro. São ações como essas que fazem a diferença. O compromisso político dos governadores do Nordeste com o bem-estar da população, a expansão e o fortalecimento da agricultura familiar é um valor inegociável e está presente no dia a dia de todos nós”, afirmou Paulo Câmara, reiterando sua satisfação com a integração de Pernambuco a essas ações, que buscam uma unidade cada vez maior da região, “colaborando para um Nordeste cada vez menos desigual e para que a população possa ter acesso ao trabalho, para que os agricultores possam criar suas famílias.”

O PAS/NE é uma estratégia do fórum com o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste, e tem a finalidade de fortalecer e expandir a agricultura familiar, construída em diálogo com os movimentos sociais e a sociedade civil organizada. A implantação do programa acontece a partir das diferentes possibilidades dos governos estaduais, e cada avanço é compartilhado no ambiente do fórum, permitindo que sejam replicados de forma colaborativa.

Já, o Siraf/NE é um portal regional que sistematizará a oferta dos produtos da agricultura familiar existentes na região Nordeste. Além de facilitar o acesso e qualificar as informações de mercado, agilizando os processos de compras governamentais e abrindo novos canais de comercialização com o setor privado, contribuirá com o fortalecimento das cooperativas e associações da agricultura familiar, que serão responsáveis pela alimentação de sua base de dados, dando visibilidade à diversidade dos produtos e ao volume de produção.

O evento também contou com a participação de outros governadores do Nordeste, secretários estaduais responsáveis pelas políticas agrárias, técnicos e dirigentes dos governos estaduais, lideranças e assessores dos movimentos sociais e organismos internacionais.

Com Informações da Assessoria de Imprensa do Governo de Pernambuco

Fonte: Núcleo de Comunicação do IPA

Leia Mais