IPA promove seminário sobre produção leiteira no Semiárido

O evento foi realizado na Estação Experimental do IPA de Arcoverde e contou com a participação de pesquisadores do instituto e da Embrapa

Produção Leiteira no Semiárido – Inovações e Tecnologias. Esse foi o tema do seminário realizado pelo Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), na Estação Experimental da empresa, em Arcoverde. No evento, pesquisadores da Empresa Brasileira de Agropecuária (Embrapa) e do IPA levaram para produtores de leite e pecuaristas da região informações sobre gado holandês e girolando, sorgo, milheto e palma forrageira.

Durante o seminário, além do aprendizado com as palestras temáticas, os agricultores também receberam orientações sobre melhoramento genético do gado girolando. O pesquisador Marcos Vinicius Barbosa, da Embrapa Leite e coordenador de Melhoramento Genético do Girolando no país, e Edvaldo Ferreira, representante da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, irão permanecer mais dois dias na Estação Experimental de Arcoverde, para avaliar e fazer um direcionamento técnico da seleção do girolando 5\8, raça que está sendo aprimorada pelo IPA.

Nas palestras sobre o Melhoramento, Manejo e Uso da Palma Forrageira para Produção do Leite e a Importância do Sorgo e do Milheto como suporte Forrageiro no Semiárido, os pesquisadores do IPA Djalma Cordeiro dos Santos e José Nildo Tabosa, esclareceram dúvidas sobre os tipos de palma, milheto e sogro, mostrando para os agricultores as variedades desenvolvidas pela empresa mais indicadas para a região do Semiárido.

Ao falar para os participantes, o diretor presidente do IPA, Joaquim Neto, afirmou que o papel do IPA é melhorar a vida do agricultor. “Temos aqui a pesquisa e a extensão. Não adianta um pesquisador pesquisar, produzir artigos científicos, se não for lá para o campo e melhorar a vida do agricultor. Essa é a nossa missão”, assegurou.

Para o produtor rural e criador de girolando no município de Belo Jardim, Antônio Valença de Araújo, o seminário foi bastante esclarecedor. “Sou criador de gado girolando desde o início do ano 2000, sempre comprando reprodutores do IPA e desenvolvendo essa raça e agora, com o seminário, adquiri novas informações”, destacou.

José Tenório, produtor de leite na região do município de Pedra, ressaltou o impulso que o IPA está ganhando na gestão da governadora Raquel Lyra e do diretor presidente do instituto, Joaquim Neto. “O IPA estava sucateado. Pensamos até que iria fechar. Doutor Joaquim é gestor, foi da casa e vem mostrando que ainda iremos colher bons frutos”, disse. Ele complementou, ainda, que o seminário tirou dúvidas relevantes para produtores da região. “Essas palestras foram importantes para a gente escolher qual a forrageira que se adequa ao nosso potencial de chuva”, observou.

Já Rosilene Alves, produtora de leite e pecuarista em Pedra, destacou o papel do IPA na assistência para o melhoramento genético do gado, principalmente para os pequenos produtores. Ela também pontou a necessidade dos próprios agricultores de procurarem o aprendizado. “A cada dia, o IPA se renova e busca melhorias para os produtores. Agora, os produtores precisam buscar mais essas informações”, observou.

Do IPA participaram do evento, o diretor presidente Joaquim Neto, o diretor de Pesquisa e Desenvolvimento, Henrique Castelletti, e o diretor de Extensão Rural, Francisco Dantas; o assessor da governadora Raquel Lyra, Popó Vaz, o presidente do Sindileite/PE, Alex Costa, o prefeito de Buíque, Arquimedes Valença, e, ainda, secretários municipais de agricultura, criadores e produtores rurais de diversas regiões de Pernambuco. O seminário foi realizado na última terça-feira (27).

Leia Mais

Parceria entre IPA e TRE/PE vai levar mensagem de cidadania para marisqueiras e pescadores do Litoral Norte e Sul de Pernambuco

O assunto tema da reunião realizada no IPA com representantes das duas instituições

Uma parceria entre o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) e o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TER/PE) irá beneficiar marisqueiras e pescadores do Litoral Norte e Sul do nosso estado. O assunto foi o tema de uma reunião entre representantes das duas instituições, realizada nesta segunda-feira (26), na sede do instituto. O objetivo do trabalho é levar uma mensagem de cidadania, serviços eleitorais e regularização do título de eleitor, entre outras atividades.

De acordo com Gilvan Oliveira, assessor de Comunicação do TER/PE, a finalidade dessa ação conjunta é fazer com que os serviços do TER, com o apoio do IPA, cheguem ao seu público alvo, incentivando a participação deles nos eventos promovidos pelo Tribunal.

“Iremos levar palestras de cidadania, para jovens eleitores e, essa palestra de cidadania, terá um foco específico nas mulheres, visando combater a violência política de gênero, que é um problema que, infelizmente, ainda assola a nossa população”, frisou Gilvan Oliveira.

A cidade de Rio Formoso deverá ser a primeira a receber o projeto, na segunda quinzena de abril. A parceria entre IPA e TER/PE contará com o apoio da Diretoria de Extensão Rural do instituto.

Leia Mais

Diretoria de Extensão Rural do IPA participa da 2ª Conferência Municipal de Desenvolvimento Rural de Caruaru

No evento, o instituto foi representado pelo diretor Francisco Dantas

O diretor de Extensão Rural do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Francisco Dantas, esteve presente na 2ª Conferência Municipal de Desenvolvimento Rural de Caruaru, que teve como tema: “Novas Ruralidades: diálogos necessários para efetivação do desenvolvimento socioambiental sustentável e da soberania alimentar”. Durante o evento, foram debatidos quatro eixos temáticos: Acesso à Água, Infraestrutura Rural, Assistência Técnica e Extensão Rural e Políticas Públicas voltadas para agricultura familiar.

Após a solenidade de abertura, o plenário foi subdividido nestes quatro eixos temáticos. Os participantes debateram, por cerca de uma hora, e no final elegeram diversas propostas direcionadas à área rural do município. Em seguida, as propostas foram encaminhadas para plenária, onde foram discutidas e aprovadas.

Participaram dos debates representantes da sociedade civil, Associações, Câmara dos Vereadores, Universidade Estadual de Pernambuco (UPE), Instituto Federal de Pernambuco – Campus Caruaru, além de membros do poder executivo municipal, estadual e representantes do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

Na mesa de abertura dos trabalhos, o prefeito de Caruaru, Rodrigo Pinheiro, o diretor de Extensão do IPA, Francisco Dantas, o secretário de Desenvolvimento Rural, Marcos Júnior, o secretário estadual Executivo da Agricultura Familiar, Bruno França, o dirigente do MST em Pernambuco, Jaime Amorim, a reitora do IFPE Caruaru, Elaine Rocha, o coordenador do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) em Pernambuco, Caetano De Carli, o gerente da regional do IPA/Caruaru, Leirson Bezerra, entre outras autoridades e representantes de instituições.

Leia Mais

Limoeiro é mais um município pernambucano beneficiado com o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)

Equipes do IPA e da Prefeitura municipal coordenaram o lançamento do programa na cidade

Limoeiro é mais um município pernambucano a contar com o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), uma iniciativa do Governo Federal em parceria com os governos estaduais e municipais. O programa foi lançado na cidade, na última segunda-feira (26), beneficiando 64 agricultores/fornecedores. Os alimentos comprados foram doados para duas entidades que trabalham com pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional.

Criado pelo Governo Federal em 2003 e relançado em 2023, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) visa promover o acesso à alimentação e incentivar a agricultura familiar. Na cidade, o lançamento do programa foi realizado pelo IPA e a Prefeitura de Limoeiro, em parceria com o Governo Federal, o Governo do Estado, Banco do Brasil, Banco do Nordeste e o Conselho de Desenvolvimento Sustentável de Limoeiro (Codesul). O diretor de Extensão Rural do IPA, Francisco Dantas, participou do evento.

Em Limoeiro, o Programa de Aquisição de Alimentos é coordenado pela IPA, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agrícola, Pesca e Meio Ambiente e pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania.

Na ação, o IPA e a Secretaria municipal de Agricultura identificaram os produtores familiares e emitiram o CAF (Cadastro da Agricultura Familiar). Os alimentos foram entregues no anexo do escritório municipal do IPA, onde foram pesados e doados para as entidades cadastradas no programa. O valor pago aos 64 agricultores/fornecedores pela compra dos alimentos superou um milhão de reais.

Leia Mais

Transparência Administrativa – Controle Interno do IPA se reúne nesta segunda-feira

A equipe do Núcleo de Controle Interno do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) esteve reunida, nesta segunda-feira (26), para preparação de planilhas referente ao Programa de Reestruturação e Ajuste Fiscal (PAF).

A elaboração e envio do documento faz do procedimento padrão anual da Secretaria estadual da Fazenda, que também pediu a publicação das demonstrações financeiras do exercício de 2023 e o balanço patrimonial da empresa. Ao longo do ano, a equipe também fez o levantamento de todos os bens móveis da empresa com registro fotográfico e também encaminhou centenas de bens inservíveis para leilão.

Participaram da reunião o diretor-presidente do IPA, Joaquim Neto e o assessor Severino Ursulino, a diretora Administrativa Financeira, Sandra Carmem e equipe, Dênio Resende, do Controle Interno do IPA e os funcionários das empresas contábeis e de auditoria externa.

Leia Mais

Programa de Aquisição de Alimentos beneficia mais de 600 pessoas em Caruaru

O IPA fez o lançamento do PAA no município nesta quarta-feira. O evento contou com a participação de agricultores/produtores, entidades beneficiadas e autoridades locais

Caruaru sediou, na última quarta-feira (21), o evento de lançamento do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) para a região. O PAA é uma ação do Governo Federal, em parceria com os governos municipais e estaduais. O diretor de Extensão do IPA, Francisco Dantas, e extensionista do instituto e coordenador do PAA, Isaque Nascimento, recepcionaram agricultores/fornecedores dos alimentos aquiridos pelo programa, representantes das entidades beneficiadas e autoridades locais.

Na Gerência Regional do IPA/Caruaru, 11 municípios participam do PAA. São 56 entidades atendidas, beneficiando diretamente 17.274 pessoas e 132 agricultores/fornecedores cadastrados. No município de Caruaru, 644 pessoas foram beneficiadas, oito instituições atendidas e 20 agricultores/fornecedores.

O PAA tem a finalidade de levar alimentos frescos e de boa qualidade para pessoas que vivem em situação de insegurança alimentar e nutricional. Em Pernambuco, o programa foi iniciado em meados de dezembro do ano passado. Segundo Isaque Nascimento, o estado já comprou e doou 116.814 quilos de produtos agropecuários.

 Aos agricultores e criadores da agricultura familiar foram pagos R$ 740.225,00. Já foram adquiridos 78 tipos de produtos da agricultura familiar: olerícolas, frutas, feijão, milho, carnes, bolos e raízes e tubérculos

Desde o início do programa, 41 municípios pernambucanos foram contemplados com o PAA.  A proposta do IPA é de, até março, chegar a 87 cidades de todas as regiões do estado.

PAA Caruaru

Em Caruaru, a APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) foi uma das entidades beneficiadas. “Sabemos da importância da alimentação na primeira infância, na fase adulta, na adolescência e no envelhecimento. E nós, que fazemos um trabalho voltado para pessoa com deficiência, é uma ação dessa é de extrema importância porque a maioria dos nossos usuários, que fazem acompanhamento e tratamento conosco, vivem em situação de insegurança alimentar. Então, só temos gratidão ao IPA por esta iniciativa”, disse Venessa, coordenadora da APAE/Caruaru.

Daniele, da Casa dos Pobres São Francisco de Assis, também destacou a importância da doação dos alimentos do PAA para a instituição. “Para nós é uma imensa alegria receber os gêneros alimentícios do PAA. Não apenas para garantir a alimentação dos idosos assistidos pela nossa instituição, como também porque fortalece a agricultura familiar”, observou.

No lançamento do programa em Caruaru, fizeram parte da composição mesa: Francisco Dantas e Isaque Nascimento; João Herculino, do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caruaru; Dayse Santos Silva, secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos de Caruaru; Marcos Júnior, secretário de Desenvolvimento Rural de Caruaru; Genycleison, presidente da Associação dos Pequenos Agricultores de Murici e Adjacências; Cristiane, representante da Casa dos Pobres São Francisco de Assis; Ana Lúcia, representante da entidade Irmãs Werbuga; Evandro, representante do CMAS; Priscila, representante do CONSEA e Leonardo, representante do IPA/Caruaru.

Leia Mais

Extensionistas se preparam para garantir crédito rural para agricultores/as pernambucanos e a ampliação do Plano Safra no estado

Mais de 200 técnicos do IPA participaram do I Seminário estadual de Crédito Rural

Mais de 200 extensionistas das regionais do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) participaram, nesta quinta-feira (22), do I Seminário Estadual de Crédito Rural. O evento, organizado pelo instituto, tem o objetivo de intensificar, retomar ações do crédito rural aos produtores(as) pernambucanos e, ainda, traçar ações para a ampliação do Plano Safra no estado. A iniciativa conta com a parceria da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, Agricultura, Pecuária e Pesca, Banco do Nordeste (BNB), Banco do Brasil, Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e cooperativas de crédito.

Durante o evento foram abordados temas como a criação de comitês territoriais do Plano Safra da Agricultura Familiar e Economia Solidária, Crédito e Agroindústria e Projetos de Financiamento e Linhas de Crédito do Banco do Nordeste e Banco do Brasil. Os participantes também tiveram a oportunidade conhecer um “case de sucesso” do produtor, instrutor e consultor em charcutaria, Mauro Alencar, da Charcutaria Alencar, que produz embutidos e defumados.

O diretor presidente do IPA, Joaquim Neto, destacou a importância do seminário para a extensão rural. “Nos empenhamos em organizar essa proposta porque acreditamos que uma das peças mais importantes da extensão rural é o crédito rural, um mecanismo de incentivo necessário para pequeno, médio e grande produtor/a”, disse, acrescentando que o crédito orientado garante meios para ampliar e qualificar a produção, garantindo mais competitividade a Pernambuco.  

O superintendente do MDA em Pernambuco, Caetano De Carli, pontuou que os três estados do Sul do Brasil executam cerca de 70% de todo o recurso do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), enquanto a Região Nordeste, que tem 49% de todo a agricultura familiar, executa apenas 12%. “Tivemos aqui em Pernambuco um aumento de 78% dos contratos do Pronaf. Agora, temos o desafio, junto com o IPA, as agências de crédito e organizações governamentais e não-governamentais de ampliar o Pronaf A, destinado às áreas de assentamento, quilombolas e indígenas. O seminário é também voltado ao Plano Safra. Queremos fazer o maior da agricultura familiar da história de Pernambuco”, assegurou De Carli.

Para Hugo Queiroz, superintendente do Banco do Nordeste em Pernambuco, “é muito importante para a instituição se fazer presente nesse tipo de construção de uma empresa tão relevante para o desenvolvimento rural de Pernambuco”, disse. Segundo ele, no estado, em 2023, o BNB financiou mais de R$ 1.2 bilhão em crédito.

“É uma satisfação muito grande participar desse evento. Nós do Banco do Brasil, que temos o agro na nossa essência, e poder contribuir com o desenvolvimento de Pernambuco é muito bom”, afirmou superintendente estadual do Banco do Brasil/PE, Henrique Dantas, destacando que para o seminário o banco apresentou novas formas de conceder crédito, “apoiando os técnicos da assistência técnica e extensão rural para que possamos levar melhores condições para os nossos produtores”, definiu.

O secretário de Desenvolvimento Agrário, Agricultura, Pecuária e Pesca, Cícero Moraes, destacou a necessidade dos técnicos do IPA e das instituições financeiras atuarem em sintonia para que as ações cheguem ao homem e à mulher do campo. “É importante que os gerentes do Banco do Brasil e do Banco do Nordeste se juntem aos técnicos do IPA, indo ao campo, indo na ponta. Quanto maior a aproximação entre as gestões, quem ganha é o povo pernambucano, é o povo do campo”, observou o secretário.

Além das palestras temáticas, os extensionistas participaram de debates sobre os assuntos abordados no seminário.

Leia Mais

IPA participa da 1ª Reunião Ordinária do Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário de Pernambuco

O encontro contou com a presença de representantes de várias instituições estaduais e federais, cooperativas e instituições financeiras

O diretor de Extensão Rural, Francisco Dantas, representou o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), na 1ª Reunião Ordinária do Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário de Pernambuco (CDRS), realizada, nesta terça-feira (20), no Centro de Ensino de Graduação (GEGOE), da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

No evento, foram debatidos a elaboração do Plano Estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural, o fortalecimento e organização dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural e Desenvolvimento Sustentável, entre outros temas.

“Foi uma reunião muito representativa para o estado.  O IPA está empenhado em contribuir, através das Câmaras Técnicas, que serão instrumentos importantes na retomada do Plano estadual de Ater em Pernambuco”, destacou Francisco Dantas.

Participaram da reunião representantes da sociedade civil, universidades, governos estadual e federal, cooperativas, bancos, Secretaria da Mulher, e Conselho Estadual de Segurança Alimentar. Ao final, ficou acertado que haverá uma reunião, toda última terça-feira do mês, na Sala do Conselho do IPA.

Leia Mais

Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é lançado em São Bento do Una

O evento contou com a presença da equipe de técnicos do IPA, autoridades locais e agricultores/fornecedores do programa

O município de São Bento do Una, no Agreste pernambucano, recebeu, nesta segunda-feira (19), a equipe do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), que fez, na cidade, o lançamento do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Os produtos, comprados de 26 agricultores/fornecedores, foram entregues a três entidades cadastradas no programa, beneficiando diretamente 2.330 pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional.

A Região do Agreste, cuja gerência é Lajedo, cadastrou sete, entre os 87 municípios cadastrados para participar do PAA estadual. Foram incluídas 24 entidades, beneficiando 6.909 pessoas. Ao todo, 98 agricultores/fornecedores foram cadastrados pelo programa. O PAA é uma iniciativa do Governo Federal, em parceria com os governos estaduais e municipais.

Na solenidade de lançamento do PAA em São Bento do Una, estavam presentes o diretor de Extensão Rural do IPA, Francisco Dantas, e vários técnicos do instituto. Também participaram do evento Mosh Dayan, representando a deputada estadual Débora Almeida, vereadores, representantes de entidades beneficiadas como a Cozinha Comunitária, Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), Secretaria municipal de Agricultura, e aproximadamente 15 agricultores familiares/fornecedores do programa.

Leia Mais

A volta da cultura do algodão em Pernambuco

Embrapa e IPA iniciam pesquisas com cultivares nas estações experimentais do instituto em várias regiões do estado

Uma pesquisa do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) e a Embrapa Algodão poderá trazer de volta ao estado o status conquistado na década de 70, quando Pernambuco figurava como um grande produtor de algodão no país. Por meio de um convênio de cooperação técnica, o IPA e a Embrapa iniciaram o plantio experimental de cultivares do algodão (branco e colorido), com o objetivo de pesquisar e avaliar o comportamento das cultivares nas diferentes regiões do estado. E também identificar as áreas mais propícias para o cultivo, tendo como referência a produtividade e os custos envolvidos.

Na última segunda-feira (5), os pesquisadores implantaram a primeira Unidade de Referência Tecnológica (URT) na estação experimental do IPA, no Sertão do Araripe, em uma área de aproximadamente dois mil metros quadrados. Outras unidades serão instaladas nas estações de Serra Talhada, no final deste mês, e mais uma em Caruaru, na primeira quinzena de abril.

De acordo com o diretor presidente do IPA, Joaquim Neto, o contrato de cooperação técnica com a Embrapa foi firmado no segundo semestre de 2023.  “Agora, demos o primeiro passo para retomar a produção do algodão em Pernambuco. Uma ação que poderá influenciar na melhoria da oferta de matéria prima para o setor têxtil e criar mais uma alternativa de renda para os agricultores familiares”, destacou o gestor.

 O Polo de Confecções do Agreste, um dos maiores do país, movimenta em torno de R$ 5 bilhões na economia do estado. (Fonte NTCPE). A retomada do plantio de algodão poderá impulsionar a produção de matéria prima (fios, tecidos, etc) para o setor, otimizando custos logísticos como frete e impostos.

“A volta da cultura passa necessariamente pela adoção de práticas e tecnologias modernas e sustentáveis de cultivo que favoreçam melhores índices de rentabilidade. Ação que pode gerar um impacto significativo nas esferas social e econômica para os agricultores familiares do estado”, afirmou Jaime Cavalcanti, pesquisador da área de melhoramento genético de algodoeiro da Embrapa Algodão.

Para Jaime Cavalcanti, as áreas mais propícias são as de tipografia mais planas, que possibilitam a mecanização do cultivo, sobretudo a colheita. O ciclo de colheita do algodoeiro ocorre uma vez por ano, que pode ser cultivado em sistema de rotação de culturas, como por exemplo: o milho, a mandioca e o milheto, contribuindo para ampliar a estabilidade da produção. 

Leia Mais