Pesquisadora do IPA faz visita técnica em Fernando de Noronha

A pesquisadora do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Diana Andrade, responsável técnica do Laboratório de Cultura de Tecidos Vegetais esteve durante essa semana no arquipélago de Fernando de Noronha, para dar continuidade as ações já firmadas na ilha. O objetivo é utilizar a cultura de tecidos, como ferramenta para contribuir com a produção de alimentos e mudas para auxílio da recomposição da flora local.

Os trabalhos que já estão sendo desenvolvidos com o Instituto Chico Mendes da conservação da biodiversidade (ICMBIO) e gestão de Meio Ambiente através escritório local da extensão rural, fazem parte do conjunto de ações do IPA propostas para a ilha.

de acordo com a pesquisadora, a utilização do cultivo in vitro tem como um dos principais benefícios a produção de mudas sadias, evitando assim a entrada de material que podem causar danos a flora local.

Leia Mais

IPA promove curso de plantas medicinais em Fernando de Noronha.

O Instituto Agronômico de Pernambucano (IPA), promoveu um curso de plantas medicinais, saúde e beleza e bem estar, para o público atendido pelo Programa Mãe Coruja e seus familiares. O curso que foi realizado nos dias 08 e 09 de Junho, no canto mãe coruja noronha foi ministrado pela extensionista Aleide Margareth.

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

IPA promove oficinas de confecção de pufes com pneus usados e plantas medicinais em Fernando de Noronha

O Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) promoveu duas oficinas, dentro da programação da Semana do Meio Ambiente, promovida pela Administração de Fernando de Noronha. A primeira foi a de produção de pufes , utilizando pneus usados. A segunda foi uma oficina sobre Plantas Medicinais. As capacitações foram ministradas pelas extensionistas, Aleide Margareth e Joseneide Custódio.

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

Técnicos do IPA orientam agricultores de Fernando de Noronha

Um grupo de extensionistas do IPA atua no arquipélago de Fernando de Noronha, dando continuidade aos processos de trabalho planejados para a ilha. As ações começaram no domingo (22) e seguem até sábado (31). Entre elas está a realização de visitas técnicas de orientação personalizadas na área de apicultura, criação de pequenos animais, produção de hortaliças e coletas de solo para análise.

O IPA atua em Fernando de Noronha com apoio personalizado aos agricultores. O instituto faz, entre outras ações, a análise do solo gratuita. “Amostras do solo são retiradas pelos técnico e levadas análise no laboratório, na sede do IPA em Recife. Em seguida, retornamos com o resultado. Lembrando que a análise não se aplica somente ao agricultor que fornece produtos às pousadas e comércios, mas também para qualquer pessoa que tem quintal em casa e pode produzir alimentos. Além de alimentar o corpo, a agricultura é uma terapia. Faz muito bem para a saúde mental”, disse a representante do IPA, Ana Paula Silva.

Para Mirella Moraes, superintendente de Meio Ambiente da Administração da Ilha, “É de extrema importância o incentivo e apoio a esses profissionais, principalmente para a garantia da segurança alimentar na ilha de Fernando de Noronha”, afirmou.

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

IPA fortalece agricultura familiar em Fernando de Noronha

Os extensionistas do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) estão na Ilha de Fernando de Noronha com visita de campo. São orientações direcionadas aos agricultores familiares sobre os métodos viáveis de como produzir alimentos.

Nesta quinta-feira (29), os agentes de extensão rural Ana Paula Silva e Manoel Massena cederam entrevista à TV Golfinho, explicando o procedimento da coleta de amostra de terra, de modo que esta demonstração seja a mais representativa do terreno onde vai ser implantada a cultura. Ja o extensionista Ruan Farias está destacando na ilha com os produtores rurais as orientações sobre apicultura.

Os extensionistas explicaram o procedimento da fertilidade do solo e a capacidade em suprir elementos essenciais às plantas. A boa fertilidade implica em suprir quantidades e proporções adequadas de nutrientes para o crescimento e produtividade. Esse é um dos recursos naturais mais importantes na produção agrícola.

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

IPA elabora plano para erradicar planta invasora em Fernando de Noronha

O Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) elaborou um plano de manejo para erradicação da Leucena, no arquipélago de Fernando de Noronha. A planta foi incorporada à flora da ilha na década de 40 com o intuito de reforçar a alimentação animal. “Por tratar-se de uma espécie invasora, sua população saiu do controle dos ilhéus tornando-se uma ameaça ao meio Ambiente”, explica o engenheiro agrônomo e supervisor do IPA, Otacílio Monteiro , que avaliou o problema e elaborou o plano junto com João Santana e Guilherme Almeida, extensionistas do Instituto.

A proposta de execução será apresentada aos órgãos ambientais – ICMBio e Superintendência de Meio Ambiente. “A ideia é implantar uma área experimental para avaliação de tratamento de supressão e, em sequência, executar as ações de manejo em toda a ilha, contribuindo para regeneração da flora nativa”, diz Otacílio. O IPA instalou recentemente um escritório em Fernando de Noronha a fim de desenvolver atividades de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER).

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

IPA incentiva Agricultura Familiar em Fernando de Noronha

Moradores de Fernando de Noronha começaram a receber nesta terça-feira (12), sementes de feijão, milho, melancia, abóbora e hortaliças folhosas, para iniciar o processo de incentivo à Agricultura Familiar. A ação, realizada por meio da parceria firmada entre o Instituto Agrônomo de Pernambuco (IPA) e a Administração do Distrito Estadual de Fernando de Noronha, tem como objetivo estimular a população do arquipélago a produzir os próprios alimentos no período de isolamento social em razão do Novo Coronavírus. “No momento, quatro extensionistas prestam serviço de assistência técnica a 93 quintais produtivos”, destaca o gerente do Departamento de Assistência Técnica, Maviael Fonseca.

De acordo com o técnico do IPA, Guilherme Almeida, os moradores da ilha cadastrados na primeira fase do projeto já receberam parte das sementes e aguardam agora a chegada de outros materiais. “Já fizemos a divisão das sementes entre os moradores. A outra parte está na embarcação que está para atracar no Porto de Santo Antônio. Nela também estão outros materiais que vão auxiliar no plantio, como enxadas, pás e bandejas de germinação, que servem para germinar as sementes e evitar o ataque de pragas e doenças às plantas”, explicou.

O Administrador de Fernando de Noronha, Guilherme Rocha, afirmou que a agricultura familiar é mais uma forma de atender as necessidades das famílias no período da quarentena. “Diante das necessidades que muitos estão vivendo por causa da Coivd-19, como a falta de renda e a necessidade de se manter em casa, é de grande importância poder cultivar o próprio alimento para abastecer a família. Essa foi mais uma forma que encontramos para dar suporte à população noronhense”, disse.

Para a moradora da ilha Ana Jabur, proprietária do restaurante Mesa da Ana, será possível resgatar a prática do plantio. “Com a orientação dos técnicos e o incentivo, começamos a retomar o cultivo. Já iniciamos uma horta e a preparação para semear as novas sementes. Só tenho que agradecer a iniciativa”, disse.

Por causa do isolamento social e como forma de prevenção ao coronavírus, o IPA disponibilizou um número de Whatsapp, (81) 99357-4018, para manter contato com os moradores. “Estamos com esse número exclusivo para as ações do IPA em Fernando de Noronha. Através dele passamos orientações e tiramos dúvidas. Caso necessário, fazemos uma visita ao domicílio do morador para orientação presencial. Também criamos grupos para enviar vídeos que foram gravados com instruções e informações técnicas sobre o preparo de canteiros, como utilizar vasos e recipientes não convencionais para plantar hortaliças, como semear e transplantar mudas para canteiros ou vasos”, explicou o técnico do Instituto Agrônomo de Pernambuco, Guilherme Almeida.

Outros moradores que tenham interesse em iniciar a agricultura familiar e receber as sementes podem se cadastrar no projeto através do número de Whatsapp, (81) 99357-4018. “O cadastro está sendo realizado excepcionalmente pelo Whatsapp. Iremos pegar todos os dados e em seguida fazer a marcação da área produtiva para disponibilizarmos as sementes”, disse.

Com Informações da Assessoria de Imprensa de Fernando de Noronha

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

Técnicos do IPA iniciam os trabalhos emergenciais em Fernando de Noronha

A equipe do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) iniciou, nesta quarta-feira (15), os trabalhos de campo no arquipélago de Fernando de Noronha. A ação visa atender uma demanda inicial de produção de alimentos de ciclo curto, tais como feijão, milho, melão, melancia, verduras, hortaliças e, desta forma, contribuir para a saúde alimentar dos moradores da ilha frente à crise sanitária e econômica provocada pelo Novo Coronavírus.

A iniciativa, realizada por meio da parceria firmada entre o IPA e Administração do Distrito Estadual de Fernando de Noronha, será dividida em duas etapas. No primeiro momento, será realizado o cadastramento prévio dos agricultores e georreferenciamento das áreas. Na segunda fase, será realizada a distribuição de sementes selecionadas, plantio, tratos culturais e acompanhamento técnico.

Para a próxima etapa, o IPA contará com o apoio de seis extensionistas que deverão chegar em Noronha próximo dia 25 e darão todo suporte técnico para a realização do plantio o mais célere possível. As equipes do IPA também deverão auxiliar os agricultores locais no cadastramento do auxílio emergencial do Governo Federal, seguindo as orientações da Secretária de Desenvolvimento Agrário, por meio da Portaria SDA N.º 016 de 08/04/20, DOE-PE 09/04/20.

A localidade tem quase que a totalidade dos seus suprimentos provenientes do continente e isso faz com que o custo de vida seja bastante alto, principalmente no que tange aos gêneros alimentícios. O experiente agricultor noronhense, Josinaldo Dantas,48 anos, conhecido como Naldo, destacou o papel da agricultura para a população de Noronha. “Há 20 anos trabalho com agricultura no arquipélago, porém só agora, com essa pandemia, a população despertou da grande necessidade de uma produção local, nem que seja apenas para o consumo das famílias”.

A equipe, formada pelo gerente do Departamento de Assistência Técnica técnicos, Maviael Castro, e pelos extensionistas, Guilherme Almeida (Técnico em Agropecuária) e Marlos Rêgo (Médico Veterinário) aportou na ilha no sábado (11), após cumprir o período inicial de quarentena sanitária, iniciou o georreferenciamento e cadastramento das áreas de plantio no dia de hoje. “Traçamos um protocolo sanitário para as ações com base nas determinações dos órgãos de saúde, de forma a trabalharmos com a máxima segurança tanto para os nossos técnicos, como para os agricultores noronhenses”, destacou Maviael Castro.

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais