Extensionista do IPA aborda crédito e financiamento rural em Palestra, em Sairé

O extensionista do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) do município de Sairé, Paulo Henrique, liderou nessa quarta-feira (18), a palestra Crédito e Financiamento Rural, no Sindicato dos Agricultores Familiares do município. Participaram da palestra agricultores familiares, principalmente os que têm a atividade de criação de animais, e os que se dedicam às plantações de várias culturas da região, como maracujá, goiaba e laranja, fruta predominante do município.

O encontro realizado em Saíré destacou um assunto importante para os agricultores familiares. As operações para pequenos produtores rurais em Pernambuco somaram R$ 62,9 milhões de janeiro a março deste ano. De acordo com dados em matéria publicada no Diário de Pernambuco, entre janeiro e março deste ano, o Banco do Nordeste registrou um crescimento de 89% no volume de financiamentos realizados para mini e pequenos produtores em Pernambuco.

As 253 operações feitas no estado durante o primeiro trimestre de 2022 somaram R$ 62,9 milhões, quase o dobro dos R$ 33,2 milhões liberados durante as 125 operações realizadas no mesmo período do ano passado. No cenário nacional, o volume de financiamentos também registrou avanço.

Durante os primeiros três meses do ano, o BNB destinou R$ 1,13 bilhão para os produtores rurais pessoa física, número que representa um avanço de 124% em comparação com o mesmo período do ano passado. Desse total, R$ 803 milhões foram contratados com os portes prioritários: mini, pequeno e pequeno-médio produtor rural, que juntos, responderam por 80% dos valores contratados, num total de 3.520 operações de crédito, exceto agricultura familiar.

O encontro também contou com a palestra Manejo Correto dos Defensivos Agrícola do Fiscal Agropecuário, Jurandir Barbosa Cavalcante, da Adagro – Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco. Já a Arpan – Associação dos Revendedores de Produtos Agropecuários do Nordeste participou com a palestra, Logística Reversa Embalagens Agrotóxicos.

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

ATER em Fernando de Noronha é tema da Live Fala Extensionista

Nesta quinta-feira (12), será realizado mais um diálogo interessante durante a Live Fala Extensionista. Dessa vez, o tema abordado será os trabalhos de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), realizados pelo IPA em Fernando de Noronha. O bate-papo será entre os assistentes técnicos do IPA, Guilherme Almeida e João Santana, que vão nos informar sobre as contribuições para o desenvolvimento sustentável e suas experiências no Arquipélago. O encontro online ocorre nesta quinta-feira (12), às 16 horas, no Instagram do @ipa.pe.

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

Presidente do IPA participa de reunião com extensionistas rurais em Vitória de Santo Antão

O presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Weidson Marinho participou nessa quarta-feira (04) de reunião com técnicos do escritório municipal de Vitória de Santo Antão, junto à Secretaria Municipal de Agricultura.

Foram discutidas novas estratégias de trabalho e parcerias entre o IPA e o município. Segundo Weidson, o Programa Alimenta Brasil, antigo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), será iniciado já na primeira quinzena do mês de maio.

“Entre outros assuntos, falamos sobre ações de trabalho e melhorias nas instalações físicas do escritório municipal, além de novas parcerias que estão surgindo entre nós e a prefeitura de Vitória de Santo Antão”, disse o presidente.

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

Extensionistas do IPA participam de Atlas sobre a situação alimentar e nutricional em Pernambuco

As extensionistas rurais Ana Paula Silva (@anapgsilva), que atualmente está na supervisão de segurança alimentar do Departamento de Assistência Técnica (DEAT) e Flávia Guimarães (@flaviaguimaraes2711), que foi coordenadora do Programa de Aquisição de Alimentos no IPA participaram, juntamente com o departamento de Nutrição da Universidade Federal Rural de Pernambuco (@ufrpe) da publicação do segundo volume do “Atlas da situação alimentar e nutricional em Pernambuco.”

O Atlas traz informações importantes, como os marcadores de consumo alimentar em todas as fases da vida; O cenário de Segurança Alimentar e Nutricional e panorama do Sistema Nacional de Segurança Alimentar (Sisan); Equipamentos públicos, programas e ações para promoção da SAN e a caracterização do ambiente alimentar.

“A importância desse Atlas, se dá de maneira que ele possa subsidiar em vários campos, ações estratégicas, dentre elas a garantia de acesso à alimentação saudável de maneira contínua e sustentável, sem o comprometimento de outras necessidades básicas e essenciais para a dignidade humana”, explica Ana Paula Silva.

A publicação é uma iniciativa do projeto ECOASUS-PE, com o apoio do Ministério da Saúde e CNPq.

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

Extensionista Rural: agente de transformação e desenvolvimento social

“Quando estão no campo, os extensionistas se tornam psicólogos, assistentes sociais, professores e tudo mais. Essa é a realidade. Muitas vezes nós chegamos na casa dos agricultores e não encontramos apenas os problemas agrícolas, mas também os problemas sociais.”

Com essa declaração, Dionízio Melo, extensionista rural do Instituto Agronômico de Pernambuco – IPA, órgão responsável pela pesquisa, assistência técnica e extensão rural no Estado de Pernambuco, confirma parte do que representa ser extensionista para os mais de 380 profissionais que atuam diariamente em praticamente todos os municípios pernambucanos.

Não é difícil encontrar pessoas que já ouviram falar sobre esses profissionais, mas que ainda se perguntam o que de fato faz um extensionista rural. Segundo a legislação federal, o trabalho do extensionista é um “serviço de educação não formal, de caráter continuado, no meio rural, que promove processos de gestão, produção, beneficiamento e comercialização das atividades e dos serviços agropecuários e não agropecuários, inclusive das atividades agroextrativistas, florestais e artesanais.”

De forma objetiva é uma atividade que integra profissionais de diferentes áreas, como assistentes sociais, economistas domésticos, médicos veterinários, zootecnistas, engenheiros agrônomos e agrícolas, entre outros, para atuar junto aos agricultores e agricultoras, principalmente os de base familiar, pequenos produtores e pescadores artesanais, na promoção do desenvolvimento rural sustentável.

De acordo com a Associação Brasileira de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer) o Brasil tem aproximadamente de 20 mil extensionistas, atendendo mais de dois milhões de famílias rurais.

“Em sua rotina, o extensionista rural avalia qual o melhor método de trabalho, de acordo com os objetivos estratégicos traçados e a realidade local. Sem dúvida, nossos extensionistas são peças fundamentais para diminuir indicadores de desigualdade no campo,” afirma o presidente do IPA, Kaio Maniçoba.

Para o diretor de Extensão Rural do IPA, Beto Aciolly, a extensão rural vem passando por transformações que exigem novas habilidades, metodologias e aplicações de trabalho.

“Com a pandemia passamos a criar novas abordagens e formas de prestar assistência, observando todas as transformações tecnológicas. Neste período adequamos a assistência para o atendimento mais intenso através dos canais digitais, nos aplicativos de mensagem e também pelo telefone, até a gradativa retomada das atividades” explica.

As famílias agricultoras são o foco desses profissionais. Para o agricultor Severino Vieira Dantas, que vive e produz na zona rural de Araçoiaba, o trabalho dos extensionistas representa, sobretudo, transformação e mudança de vida para quem vive no campo. “Antes de Dionízio (extensionista) andar por aqui as coisas eram mais difíceis. Ele é o técnico que orienta nosso trabalho e faz tudo dar certo. Antes a lavoura não dava nada e agora mudou tudo para melhor,” comemora.

Dia do Extensionista Rural é comemorado nesta segunda-feira (06)

Nesta segunda-feira (6), é comemorado, em todo o País, o Dia do Extensionista Rural. No Brasil, os primeiros registros da extensão rural são do ano de 1948. A data foi instituída pelo governo federal, há 71 anos, como forma de homenagear e reconhecer esse importante agente de desenvolvimento rural sustentável. Pernambuco conta, há 64 anos, com o serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) pública e estatal como instrumento de apoio ao desenvolvimento rural.

Para a prestação deste serviço, o IPA conta com uma Diretoria de Extensão Rural e um corpo técnico formado por profissionais que atuam no campo, proporcionando uma assistência técnica continuada e o acesso às políticas públicas.

A extensão rural contemporânea se depara com grandes desafios relacionados à produção de alimentos saudáveis, em contraponto ao grande consumo de agrotóxicos no País, às mudanças climáticas e a necessidade de introdução de novas tecnologias que gere renda, autonomia, e novas oportunidades de mercados para os agricultores e agricultoras familiares, o que implica em resultados positivos para o meio rural e urbano, uma vez que aproximadamente 70% dos alimentos consumidos são oriundos da agricultura familiar.

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

Como fazer um biodigestor é tema da Live Fala Extensionista

Dois experientes extensionistas do Instituto Agronômico de Extensionista (IPA) do Sertão Central de Pernambuco comandaram a Live Fala Extensionista. São eles: Luiz Carlos, técnico agrícola, e Sávio Sá, supervisor da Regional de Salgueiro. Na ocasião, eles falaram sobre “Como fazer um biodigestor em sua propriedade”. O Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) e o Grupo de Estudos, Sistematização e Metodologia em Agroecologia – GEMA organizaram o evento, que foi transmitido online pelo Instagram @ipa.br, na tarde da na quinta-feira (14).

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais