Agricultores de São Bento do Una recebem sementes do Programa Campo Novo

Nesta segunda-feira (03), o presidente do IPA, Kaio Maniçoba, participou da entrega de sementes do Programa Campo Novo, do Governo do Estado, no município de São Bento do Una.

Junto com vereadores e presidentes de associações de trabalhadores rurais, Kaio entregou de forma simbólica 11000 quilos de sementes, entre sorgo, milho e feijão, que beneficiarão 1168 agricultores familiares da região.

“O Campo Novo é um dos programas mais importantes do Governo do estado voltado para o agricultor, diretamente para o homem do campo, porque ele tem um benefício muito grande e atinge muitos produtores, muitas cidades e várias famílias”, destaca Kaio Maniçoba.

Foto: Adriano Manoel

Fonte: Núcleo de Comunicação do IPA

Leia Mais

Agricultores recebem sementes do Programa Campo Novo em Itaíba, Águas Belas e Saloá

O presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) Kaio Maniçoba e o secretário de Desenvolvimento Agrário Claudiano Martins entregaram nessa terça-feira (27), sementes aos agricultores familiares de Itaíba, Águas Belas e Saloá.

Em Itaíba foram entregues 11.900 quilos de sementes, beneficiando 1983 agricultores. Para Águas Belas o IPA e SDA entregaram 11.100 quilos, beneficiando 1850 agricultores. Já em Saloá foram 4.600 quilos, beneficiando 767 agricultores.

No Agreste, ao todo serão distribuídos 355.410 quilos de sementes, beneficiando em torno de 60 mil famílias de agricultores familiares do Agreste Central, Agreste Meridional e Agreste Setentrional. São 259.310 quilos de sementes de milho, 50.000 quilos de sementes e sorgo e 46.100 quilos de sementes de feijão.

No Sertão, foram distribuídas, em fevereiro, 385.000 quilos de sementes de feijão, e 124.000 quilos de sorgo, contemplando o Sertão de Itaparica, Jatobá, Moxotó, Central. São Francisco e Araripe. Foram beneficiadas cerca de 85 mil famílias de agricultores familiares. Em todo o estado, foram investidos R$ 4.361.735,00, sendo R$ 1.984.935,00 no Agreste e R$ 2.376.800,00 no Sertão.

Criado em 2019, o Programa Campo Novo tem como foco a entrega das sementes exatamente no início da quadra chuvosa, permitindo o plantio durante esse período no Semiárido do Estado. Só no ano de 2020, o programa distribuiu 75 toneladas de sementes de sorgo, que permitiu o cultivo de 7.500 hectares de sorgo forrageiro, produzindo cerca de 337 mil toneladas de matéria verde.

Foto: Adriano Manoel

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais

Moreilândia recebe sementes de milho e sorgo do Programa Campo Novo

A Gerência Regional do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), de Araripina, entregou sementes de milho e sorgo na terça-feira (26), em Moreilândia, no Sertão de Pernambuco. Foram 2.400 kg de sementes de sorgo e 3.840 kg de milho. São sementes do Programa Campo Novo do Governo do Estado de Pernambuco, gerenciado pela Secretaria de Desenvolvimento Agrário e pelo IPA.

A entrega foi realizada simbolicamente, obedecendo todos os critérios e cuidados para evitar o contágio da covid-19. Participaram do encontro a deputada estadual Roberta Arraes, o prefeito de Mareilandia Teto Teixeira, o técnico do IPA Geraldo Galvão, representante do Governo Maurílio Sampaio, além de representante da secretaria de Agricultura, e do Conselho Municipal.

A distribuição foi iniciada pelo Sertão do Araripe, onde a estação chuvosa já está começando. Na região, os agricultores receberão cerca de 148 toneladas de sementes, entre milho e sorgo.

As sementes distribuídas têm potencial para proporcionar uma colheita de aproximadamente 35 mil toneladas de milho e de 744 mil toneladas de forragem (sorgo forrageiro) para alimentação animal.

A quantidade de massa verde colhida a partir do sorgo é suficiente para alimentar mais de 200 mil vacas em lactação, por um período de seis meses, reforçando a produção da bacia leiteira do Araripe.

Criado em 2019, o Programa Campo Novo tem como foco a entrega das sementes exatamente no início da quadra chuvosa, permitindo o plantio durante esse período no Semiárido do Estado.

Logo após o Araripe, 88 toneladas de sementes serão distribuídas no Sertão do São Francisco. Na sequência, o Sertão de Itaparica receberá 39,2 toneladas; o Sertão Central terá 46,6 toneladas; o Sertão do Pajeú receberá 125,2 toneladas; e o Sertão do Moxotó contará com 36,5 toneladas, sempre englobando milho e sorgo.

Fonte: Núcleo de Comunicação

Leia Mais